Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

61 000 artigos · 202 628 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Portal comunitário

Mídia

Chat

Contribuir

Artigo em destaque
Exemplo de um verdadeiro idiota Cyber Punk.

O Cyberpunk é um gênero que pode ser resumido em uma única frase: "Alta tecnologia, baixo nível de vida". Não é à toa que é justamente esse o lema do gênero. A principal característica do Cyberpunk é justamente a ausência de vida humana pura e a presença de criaturas movidas unicamente pela tecnologia.

No Cyberpunk, se existir algum ser-humano puro, ou seja, que não seja um ciborgue, um híbrido de pessoa com alien ou algum nerd, ele provavelmente vai ser visto como alvo de alguma caçada sanguinária, ou se não for o caso, é quase certo que ele será na verdade um escravo trabalhando à serviço dos três espécimes citados acima. Pode-se dizer que o Cyberpunk fora criado por alguma pessoa que viviam tendo que dar o dinheiro do lanche durante o período da escola, e em vista disso, sonha com o dia em que apenas seres de sua mesma espécie dominarão o mundo. Para sua infelicidade, caro leitor que acha que isso nunca vai acontecer, saiba que tal realidade é mais do que certa.

A principal característica dos personagens do Cyberpunk, é o fato de os mesmos se aproveitarem de seu intelecto acima da média para elaborarem planos malignos de dominação global, nos moldes de Herbert West e Neo Cortex. Todos são plenos conhecedores de todas as vertentes do conhecimento, porém, habitam um mundo onde o esporte e a Educação Física foram banidos para todo o sempre.

Vale ressaltar que não deve-se confundir o gênero literário Cyberpunk, com uma tribo urbana de mesmo nome, caracterizada por ouvir música punk ao som de sintetizadores. A tribo em questão, no que diz respeito ao gênero, só carrega o nome mesmo, e passa bem longe da ideia principal da coisa toda. Provavelmente, a tribo foi criada por um poser que achou o nome bonito e resolveu se auto-proclamar assim.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter


Eventos recentes


Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: