Seleção Sul-Coreana de Futebol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
강남 스타일
Flag korea dog.jpg Este artigo é sul-coreano! Ele é nerd, odeia o Brasil e comunistas, come bulgogi e kimchi, luta Taekwondo, anda de Hyundai e briga com os japoneses por causa de duas ilhas. O autor pode ser um viciado em Starcraft ou uma fã doida de K-Pop.

Park Geun-Hye, Yi Sun Shin e Kim Kaphwan estão de olho.


Coreia do Sul
KFA.gif
Lema: Comando, correria e Ragnarok, Coreia capitalista!
Local: Casa do Psy
Confederação: {{{Confederação}}}
MELHOR Resultado: 2x0 nos alemães em 2018
PIOR Resultado: 4x1 da Argentina em 2010
Fornecedor: Razer
Apelido: Kpop
Ídolos: Kim, Psy
Mascote: Gatinho
Hino: Gangnam Style
Títulos: {{{Títulos}}}


Seleção Sul-Coreana de Futebol é a mais tradicional seleção asiática (o que não é vantagem nem pro Íbis). Apesar dessa marra toda, a Coreia do Sul só serve para ser eliminada nos grupos nas copas, e foi a Coreia do Norte de 1966 que teve o melhor time asiático de todos os tempos(pelo menos de forma limpa).

Tudo o que se sabe sobre as origens do futebol no país, é que os cidadãos de lá jogavam um tal de chuk-guk ou jegichagi, espécie de futebol jogado com uma peteca no lugar da bola, uma popular recreação durante o imperialismo japonês. A medida que a coisa evoluiu, a Coreia do Sul veio a se tornar o pioneiro do futebol asiático.

Os sul-coreanos se orgulham mais do seu futebol até mesmo do que os brasileiros, pois é a única coisa em que conseguem ser melhores do que os japoneses( e nem tanto assim), ex-colonizadores e ex-algozes. Atualmente todas universidades do país obrigam seus alunos a jogar futebol, isso explica porque todo coreano é mau-humorado.

Nos mundiais[editar]

Jogador da Coreia do Sul treinando chutes.

Copa do Mundo de 1954[editar]

A Coreia do Sul participa de sua primeira competição na Copa do Mundo de 1954, quando já mostra a que veio ao ser humilhado por 9 a 0 para Hungria do Puskas, e depois ser massacrada por 7 a 0 pela Turquia de Kebab, terminando assim como melhor equipe asiática daquele ano.

Copa do Mundo de 1986[editar]

Como as eliminatórias asiáticas são uma das coisas mais podres do mundo(perdendo só para as da Oceania), a Coreia do Sul participa e sempre se classificará para qualquer copa que exista. Começou na Copa do Mundo de 1986 onde faz número num dos grupos, eliminado pela Argentina do Maradona.

Copa do Mundo de 1990[editar]

Na Copa do Mundo de 1990 perde seus três jogos de goleada outra vez, e novamente orgulha-se de ter sido a melhor equipe asiática do torneio.

Copa do Mundo de 1994[editar]

Na Copa do Mundo de 1994 já melhora alguma coisa e apesar das rotineiras derrotas chega a empatar com a Bolívia e a Espanha, conseguindo assim o primeiro ponto de uma equipe asiática da história das copas desde 1966).

Copa do Mundo de 1998[editar]

O time é ruim pacas, mas a torcida...

Na Copa do Mundo de 1998 novamente mantêm a rotina de fazer número no grupo, toma as goleadas e volta mais cedo pra casa.

Copa do Mundo de 2002[editar]

Na inesquecível Copa do Mundo de 2002 realizada em terra sul-coreana, um grupo de mafiosos liderados por Guus Hiddink decidiram fazer de tudo para que a seleção anfitriã dos jogos fosse longe e assim arrecadasse muita grana, manipularam o sorteio, fazendo com que caíssem em um grupo extremamente fácil.

Jogando com os sacos de pancada do futebol mundial como Portugal, Polônia e Estados Unidos e ameaçando servir carne de cachorro aos adversários caso perdessem, a Coreia do Sul conseguiu se classificar em primeiro de tão baba que era o grupo.

Nas oitavas de final a federação sul-coreana comprou os juízes para garfarem a Itália, anularam um gol de ouro italiano, marcaram um impedimento inexistente do ataque italiano, não marcaram um pênalti a favor da Italia(o pênalti foi devolvido 4 anos depois, visto que a Italia ganhou um penalti inexistente contra a Austrália) e a máfia ainda sequestrou a esposa de todos os jogadores que receberam ameaças de tortura física e psicológica.

Nas quarta de final a coisa foi ainda mais escandalosa, a sempre cagona Espanha teve 3 gols de ouro anulados, 5 impedimentos não existentes marcados, 7 impedimentos sul-coreanos não marcados, tiveram a família sequestrada por bandidos e ainda batizaram a água do vestiário espanhol com laxante e soníferos, sem contar as ameaças de morte e assim a Coreia do Sul conseguiu nos pênaltis(sequestraram Sara Carbonero para ferrar com o Casillas) o inédito avanço para as semi-finais de forma tão limpa quanto o título da Argentina de 1978. O dinheiro da máfia acabou e por isso a Coreia do Sul volta ao normal e perde duas, é eliminada pela Alemanha na semi-final e depois perde pra Turquia na final de terceiro lugar, obtendo o quarto lugar na copa.

Copa do Mundo de 2006[editar]

Na Copa do Mundo de 2006 é eliminada nos grupos só para voltar à rotina...

Copa do Mundo de 2010[editar]

Na Copa do Mundo de 2010, a Coreia teve o desempenho esperado contra a Argentina e apanhou de 4. Mas ajudados pela ruindade(e pela fortuna paga ao adversário) da Grécia e Nigéria, os coreanos ficaram em segundo no grupo e classificaram pra segunda fase. Espantados com o fato de quebrarem a rotina, esqueceram que dessa vez não estavam em casa pra comprarem a arbitragem e foram prontamente eliminados pelo Uruguai nas oitavas. Tudo voltou ao normal.

Copa do Mundo de 2018[editar]

Mais uma vez é eliminada na fase de grupos, pra manter a tradição. Aqui ao invés de futebolistas, levaram lutadores de Taekwondo, que todo jogo ficavam dando voadoras e carrinhos de duas pernas e depois pedindo desculpas, pra dar um migué e não levar cartão.

Levou nabo de quase todo mundo, principalmente do VAR, mas conseguiu eliminar a Alemanha, no dia em que os alemães não conseguiram trazer tabela pro seu povo.