Morrissey

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Placa80.svg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 80's!
E provavelmente achava que a Gretchen era a rainha do rebolado.

 


Morrissey e seu topete sempre bem penteado

Cquote1.png Você quis dizer: Borboleta dançante Cquote2.png
Google sobre Morrissey

Cquote1.png Você quis dizer: Renato Russo Cquote2.png
Google sobre Morrissey

Cquote1.png Você quis dizer: Assexuado Cquote2.png
Google sobre Morrissey

Cquote1.png Experimente também: The Smiths Cquote2.png
Sugestão do Google para o início da carreira de Morrissey

Cquote1.png Já comi bastante. Hoje em dia a gente não se fala mais. Cquote2.png
Johnny Marr sobre Morrissey

Cquote1.png Também já comi. Cquote2.png
Robert Smith sobre Morrissey

Cquote1.png De vez em quando eu como. Cquote2.png
Siouxsie Sioux sobre Morrissey

Cquote1.png Esse é o maior sonho da minha vida!! Cquote2.png
Renato Russo sobre nunca ter comido o Morrissey

Morrissey hoje, depois de sair do camarim com um japonês

Cquote1.png I'm so sorry. Oh hoo ohh hoo ohhh. Cquote2.png
Morrissey sobre ele ser gay

Cquote1.png Esse menino só ouve isso. Que diabo! Cquote2.png
Tua Mãe sobre Você

Cquote1.png A gente só chupou um pouquinho deles. Ah! Qé que tem né gente?? Todo mundo chupa de todo mundo! (...) Não é? Heim? Responde! Cquote2.png
Renato Russo sobre chupar as músicas do Morrissey

Cquote1.png Na União Soviética, Morrissey baixa as músicas de VOCÊ!!. Cquote2.png
Reversal Russa sobre você baixar as músicas de Morrissey

Cquote1.png Ele é minha base, meu rei, meu herói. Cquote2.png
Emo sobre Morrissey

Cquote1.png Odeio esses caras que fazem sucesso com a música dos outros. Ele, por exemplo, toca aquela música do t.A.T.u. "How Soon is Now". Cquote2.png
Indie desinformado sobre Morrissey

Cquote1.png Eu sei de cor e salteado. De trás pra frente e de cima pra baixo. Cquote2.png
Nerd sobre Código Morse



Biografia[editar]

Com Smiths[editar]

Morrissey quando não tinha dinheiro pra ir ao cabeleleiro

Ex-Líder da banda inglesa indie chamada The Smiths, Steven Patrick Morrissey nasceu em 1959 no dia 22 de maio na Inglaterra e é um rapaz muito baitola tímido que só come mato comida vegetariana. Uma vez, em um show, jogaram um pedaço de salsicha na boca dele e ele saiu correndo do palco, gritando feito uma moça. Esse ser humano, que se presta a dançar de forma bizarra, usando camisas estampadas, cantando as desgraças de sua vida, e "enforquem o maldito DJ" (sem esquecer o fato de se considerar assexuado e se orgulhar estupidamente disso) JAMAIS deveria ter se apresentado ao mundo, uma vez que contribuiu para a decadência musical do planeta. Ele é o ÚNICO artista famoso que, se você o colocar com Brad Pitt e Angelina Jolie num mato e mandar ele escolher....... ele prefere o mato.


Junto a banda, iniciou um movimento até então inédito chamado movimento Indie (que posteriormente deixou crescer a franja e virou movimento Emo). A partir desse momento, o cenário músical, antes influenciado pelo punk anarquista dos Sex Pistols e do Clash, que pregavam o "Faça Você Mesmo", tornou-se uma frescuragem total com os Smiths, e as pessoas voltaram a ser consumistas e escravas do dinheiro. Em outras palavras, o mundo seria bem mais justo e as pessoas seriam mais indepententes sem o Morrissey.

Carreira Solo[editar]

Morrissey e suas frutinhas felizes

Após o sucesso dos Smiths, ele se cansou de ver a cara dos mesmos rapazes durante tantos anos e resolveu soltar a franga de vez em sua carreira solo a partir de 1987. Muitas rapazolas tentavam subir no palco em seus shows para agarrá-lo e dar um beijinho naquela drag queen de óculos pseudo-intelectuais.

Logo após abandonar os Smiths por causa da traição do seu amante Johnny Marr, também guitarrista da banda, compôs uma música chamada "Suedehead", onde ele fica pedindo desculpas falando do seu enjôo e sobre sua "boa transa" com Johnny.

Em suas letras, ele fala sobre o seu fracasso como pessoa, pois nunca conseguiu ser feliz e por isso usa a ironia e a semgracisse para atacar pessoas melhores que ele, como ele mesmo diz na música "Nós odiamos quando nossos amigos se tornam bem sucedidos".

Verdade sobre Morrissey[editar]

A verdade é que o Morrissey só faz sucesso porque ele é retraído, emo, esquisito e não sabe dançar, pois tem muita gente assim nesse mundo chamado Planeta Terra que se identifica com isso.

O Morrissey possui uma voz tão afinada, mas tão afinada, que os outros componentes precisam se esforçar muito para tentar fazer as músicas ficarem ao menos medíocres na voz desse vagabundo músico.

Hoje em dia ele tenta encaixar algumas frazes de efeito (vulgo clichê) em suas letras melodramáticas, ex.: "Há tanta destruição em todo o mundo, e tudo que você consegue fazer é queixar-se de mim", ou seja, falta do que falar. Além disso, adequou-se a estilos e modinhas de Rock dos dias atuais, com quase que apenas guitarra base (típico de quem não sabe compor) e uma distorção a la CPEMO 24.


Morrissey e sua morte[editar]

Morrissey não morreu, mas Elvis sim. Ele tem 50 anos. Haja anos!

Morrissey e os dias atuais[editar]

Obesidade Idosidade[editar]

Morrissey atual. Repare no seu porte físico e sua roupa colada

Mesmo aos 50 anos, o egoexcêntrico Morrissey jamais foi reconhecido por ser possuidor de um talento literário. Incrível como ele é um dos poucos compositores famosos que nunca foi reconhecido, de fato, como possuidor desse talento. Porque será?? Bom, essa conclusão, divulgada na semana em que o cantor comemora meio século de vida, é de um pesquisador aí da Escócia e foi divulgada no "primeiro estudo acadêmico sobre Morrissey".

Os comentários desse pesquisador (Hopps) foram feitos durante o lançamento de seu novo livro, "Morrissey: The Pageant of His Bleeding Heart". Na entrevista com o pesquisador (e como todo pesquisador, precisa conhecer palavras ditas "cultas" mesmo que não faça a menor ideia do que está falando), exibida na TV Globinho, feita por Cid Madeireira, ele diz: "A maioria dos comentários hipócritas sobre Morrissey recontam uma tragetória histórica hedonista sobre as introversões ao redor das circuncisões circunstâncias de sua música ou mesmo estilizam uma imagem imprescindível a partir do momento em que o mistério se mistifica em suas letras hediondas", disse o pesquisador. "De qualquer forma, seu talento artístico tende a se escafeder junto à sua beleza, seu topete e seu regime de alface".

Famoso por canções como "Ainda é Cedo" *original, recuse imitações* (Renato Russo que o diga!), "Indaguação" e "Deus sabe que eu sou vagabundo", Morrisey era um grande fã de Oscar Wilde, afirma Hopps. Mesmo assim, Morrissey confessa que nunca chegou a entender uma sequer palavra dele.



Mais sobre Morrissey[editar]

Por causa de sua felicidade com seu novo grupinho, Morrissey respondeu a uma indagação de um sobre qual é sua preferência entre os Smiths e seu atual grupinho atual: “Bem, se os Smiths e esses músicos aparecessem agora, ficaria com todos ao mesmo tempo!! (...) brincadeira, ficaria com os novos, claro.”

Morrissey retorna em 2009 com o álbum "Anos de recusa", um álbum mais sem graça que o álbum anterior a esse.