Mauritânia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
الجمهورية الإسلامية الموريتانية (Al-Jumhuriyah al-Islamiyah al-Muritaniyah)
Sand Dune of Mauritania
Islâmicos Paz e Amor da Mauritânia
Bandeira da Mauritânia
Brasão de Armas da Mauritânia
Bandeira Brasão
Lema: Cof! Cof! Cof! Cof!
Hino nacional: Cof! Cof! Cof! (morre de sede)

Localização de Islâmicos Paz e Amor da Mauritânia

Capital Nocaute
Cidade mais populosa Grande Duna Central
Religião oficial Islamismo
Governo Não existe algo tão sofisticado
 - Cara que está vivo ainda Sghair Ould M'Bareck
Heróis Nacionais Osama Bin Laden Saddan Hussein
Área  
 - Total 1.025.520 Km3 de areia km² 
 - Água (%) Números Insignificantes
Analfabetismo Números Insignificantes 
População 77 pessoas, 2350 camelos, 35 escorpiões e 62 Ciborgues armados com AK-47s 
PIB per Capita Números Insignificantes 
IDH Números Insignificantes 
Moeda Ossos de camelo
Fuso horário Números Insignificantes
Clima Desértico Hostil a Vida Humana
Website governamental Números Insignificantes, provavelmente www.vemmorrerdesede.mr


Cquote1.png Pá, cade água? CADE? Cquote2.png
Turista estúpido

Cquote1.png Tá (Cof, Cof), na (Cof, Cof), minha garrafa Cquote2.png
Habitante com água

Mauritânia é uma vasta duna de areia no norte da África habitada por infelizes muçulmanos.

História[editar]

Berberes[editar]

A história da Mauritânia é intrinsecamente vinculada a arqueologia, volta e meia encontram algo enterrado naquela região e a constatação é sempre a mesma no achado de ossos: "Esse animal ou homem teve a péssima ideia de tentar atravessar o deserto e morreu tentando".

A região no entanto foi povoada inicialmente por nômades bebedeiros, fato que não mudou muito até hoje.

Almorávidas[editar]

Uma mansão de luxo na Mauritânia.

A partir do século XVI, quando os árabes que se amarram em desertos e areia resolveram conquistar a Mauritânia em um avanço que já havia atravessado todo o deserto, a Mauritânia passa para o controle dos almorávidas, que introduzem um sistema de castas que podem ser vistos na novela O Clone. A casta dos hassanes (árabes fodelões), haratans (os motumbos), párias (escravos), castas que existem até hoje, afinal a notícia que a escravidão foi abolida ainda não chegou nesse país.

África Oriental Francesa[editar]

O primeiro contato da humanidade com essas terras foi durante o século XI, quando Marco Polo se aventurou no Grandioso Reino de Mali a procura do Santo Graal e foi parar na Mauritânia por acidente.

Mas foi só em 1903 que disputas pela Mauritânia se intensificaram, mas aos poucos os britânicos, espanhóis e até os portugueses se tocaram da roubada que era aquele território, e só sobrou a França dominando a região.

Em 1920 a Mauritânia já fazia parte da África Oriental Francesa, tornando-se o principal ponto mundial na rota do comércio da goma arábica, um raro chiclete a base de gordura de dromedário.

Independência[editar]

Em 1960 a Mauritânia adquire a sua independência e entra num ciclo de golpes militares e guerras civis.

A região da Duna do Leste declarou guerra a Duna do Oeste. A Duna Centro-Sul ficou neutra (afinal não havia população nesta duna). O combate conhecido como Guerra da Libertação e o Islamismo pela Igualdade Social durou longos 15 minutos e a Duna do Oeste venceu quando os poderosos 12 soldados da Duna do Leste morreram de sede.

Fatos recentes[editar]

A bela capital mauritana Nouakchott.

Recentemente a Mauritânia conquistou e anexou o Saara Ocidental-Austral conseguindo então um pedaço de deserto que dá no mar. Como não se bebe água do mar, essa tática de conquista serviu apenas para haver como navegar e fugir para o Brasil.

Geografia[editar]

Situada no meio do Deserto do Saara, a Mauritânia ao contrário de países também desgraçados como Chade, Mali e Argélia nem um mísero território de mata possui e amarga com a Líbia dunas de areias árabes.

Desde sua independência a Mauritânia conquista repetidamente o título de "País mais geométrico do Mundo".

Subdivisões[editar]


Política[editar]

Ficou estabelecida na região a política islâmica da não liberdade de expressão e repressão às mulheres.

Flag-map Mauritânia.png Mauritânia
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo


Salve mãe África, mano!
África
v d e h

Países: África do Sul | Angola | Argélia | Benim | Botswana | Burkina Faso | Burundi | Cabo Verde | Camarões | Chade | Comores | Congo | Costa do Marfim | Djibouti | Egito | Eritreia | Eswatini | Etiópia | Gabão | Gâmbia | Gana | Guiné | Guiné-Bissau | Guiné Equatorial | Lesoto | Libéria | Líbia | Madagascar | Malawi | Mali | Marrocos | Maurício | Mauritânia | Moçambique | Namíbia | Níger | Nigéria | Quênia | República Centro-Africana | República Democrática do Congo | Ruanda | São Tomé e Príncipe | Senegal | Serra Leoa | Seychelles | Somália | Sudão | Sudão do Sul | Tanzânia | Togo | Tunísia | Uganda | Zâmbia | Zimbabwe

Territórios: Canárias | Ceuta | Galmudug | Mayotte | Melilla | Reunião | Saara Ocidental | Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha | Somalilândia