Liverpool

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Este artigo fala da cidade, para outros significados consulte Liverpool (desambiguação).


Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Babel fish.gifTraduzindo: Piscina de Fígado
Babel Fish sobre Liverpool
Cquote1.png Você quis dizer: Manchester Cquote2.png
Google sobre Liverpool
Cquote1.png Experimente também: Londres Cquote2.png
Sugestão do Google para Liverpool
Cquote1.png Liverpool não é a terra daquela banda, o Led Zeppelin? Cquote2.png
Carla Perez sobre Liverpool

História[editar]

Primórdios[editar]

Em 1900 e guaraná com rolha, o rei John da Inglaterra ordenou a criação de um vilarejo,

A grandiosa Liverpool!

com o intuito de introduzir uma penitenciária neste local. De início, a "população" local não ultrapassava os 500 habitantes, mas com a criação do "time" de futebol Loserpool FC, o rei teve que ampliar o vilarejo, pois o número de habitantes ultrapassava os 8 mil. Muito tempo depois, já no século V a.C., a "cidade" começou a se industrializar: começara a investir em profissionais liberais e em agricultores. Desde então, a cidade se desenvolveu e se tornou essa porra...

Enfim, o século XX[editar]

Já no século XX, a cidade se transformou (e entrou no mapa, de quebra) por causa de uns rapazes aí. Conhecidos como "Fab-Four", os Besouros saíram de um puteiro de Liverpool (depois de uma orgia, claro) e resolveram que iriam se tornar Rockstars, cantando as mulheres e as belezas de sua cidade.

Após certo sucesso, e após arrecadar seus pés de meia, a banda seguia bem, até que a "ingênua" moça Yoko Ono casou-se com o João Lemos, e pôs fim a aquela merda toda. Após isso, a nossa "querida" Liverpool voltou ao anonimato.

Mas opa: os Hooligans vêm aí, olê olê olá...![editar]

Note a estranha presença de Wayne Rooney...

Alguns cidadãos, provavelmente corintianos, revoltados com o anonimato da cidade (e com o pífio desempenho dum time aí), resolveram vandalizar: criaram uma sociedade alternativa, na qual todos, obrigatoriamente, seriam vândalos - além de corintianos (pleonasmo...), e com os seguintes ideais: quebrar tudo, foder tudo, e ficarem bêbados (mais, se possível). Após causarem alguns incômodos nos estádios, devido às derrotas do Loserpool, a polícia inglesa (leia-se SWAT), agiu e coergiu os Hooligans, para que estes não causassem mais estragos (mera ilusão...). Desde então, a situação foi "controlada" e outra vez houve "paz" em Liverpool...

Atualidade (se é que há...)[editar]

Atualmente, a cidade de Liverpool não se alterou muito desde o início do século XX, e isso é fato. Mas podemos, com muito esforço, mostrar a você, pobre leitor, a grandiosa cidade de Liverpool. Segue a galeria:

Ver também (ou não)[editar]

"Personalidades" (bem, pelo menos eram pra ser...)[editar]

Times[editar]