Lhasa Apso

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Dono Babaca 2.jpg Este artigo trata de um mamífero.

Ele chupa o peito da mãe quando criança e possui muitos pelos no corpo.
Ele ainda pode se achar melhor que as outras espécies.


Lhasa Apso
Canis lupus familiaris
Floquinho, Tapete persa
Lhasa1.jpg
Lhasa Apso em ensaio para a Playdog
Origem Tibet
Perigo de Extinção Alto Alto
Ameaça à humanidade Icon 00 percent.png Não subestime essa titica, ou você jamais se esquecerá de sua mordida.
Dados
Alimentação Tudo o que você estiver comendo (tudo mesmo).
Doenças Síndrome de dobermann
Habitat Boutiques de madame, apartamentos de gay, mansões de madames, e pet shops caríssimos.
Sexualidade Hum, prefiro não comentar...(problema dele, né?)


Cquote1.png Você quis dizer: Floquinho? Cquote2.png
Google sobre Lhasa Apso
Cquote1.png Você quis dizer: Tapete de entrada que ganhou vida? Cquote2.png
Google sobre Lhasa Apso
Cquote1.png Onde fica a cara dele? Cquote2.png
Qualquer dislexo sobre Lhasa Apso
Cquote1.png O meu é mutante! Cquote2.png
Cebolinha sobre Floquinho ser um Lhasa Apso
Cquote1.png Qual é o nome dela? Cquote2.png
Qualquer um sobre Lhasa Apso
Cquote1.png É macho! Cquote2.png
Dono sobre pergunta acima
Cquote1.png Trouxe ela pra tosar? Cquote2.png
Cara do petshop, zootecnista ou veterinário (doido pra meter a faca) sobre Lhasa Apso no petshop
Cquote1.png É Shih Tzu? Cquote2.png
Qualquer um sobre Lhasa Apso
Cquote1.png É Maltês? Cquote2.png
Qualquer um sobre Lhasa Apso branco
Cquote1.png Eu tenho medo Cquote2.png
Regina Duarte sobre Lhasa Apso

Lhasa Apso é um cachorro (ORLY?) que tem origem no Tibet. Trata-se de um cão muito gay, mimado, fofinho e de madame (ou de gays). Pode ser pequeno e demonstrar inocência, mas não subestime a audácia dessas gracinhas ambulantes. Além disso, os Lhasa Apso são seres que correm pra caralho, latem pra caralho e têm síndrome de falta de atenção - então muito cuidado ao tocar a campainha da casa de alguém que tenha um.


História[editar]

No milênio retrasado, os monges do Tibet vinham sofrendo muitos assaltos em seus templos (e perderam as roupas, ficando apenas com um lençol vermelho para amarrar no corpo). Então eles oraram, oraram, oraram e meditaram, meditaram e meditaram muito mesmo até que Buddah (que estava tirando um cochilo em reflexão prodfunda) ouvisse. Buddah então lhes enviou uma criatura para que os protegesse. Uma criatura forte, robusta e assustadora - assim nascia o Lhasa Apso, uma criatura: de 22cm, peludinha e fofinha que só mete medo naquela tia velha que adora fazer uma visita surpresa na sua casa. E isso prova o quanto Buddah é competente. Lhasa Apso pode ser traduzido como leão (ou cabra) da cidade sagrada de Lhasa, leão com latido ensurdecedor (leão late tanto, né? - povo burro), ou ainda como sentinela que late (que é a única coisa que ele realmente faz: Ouvir tudo, latir feito louco e sair correndo pra caralho).

Os monges se achavam demais e por isso pensavam que só eles poderiam ter tal raça de cachorro leão. Mas, como sempre, algum vendido de lá contrabandeou uns filhotinhos para um homem rico - porque a mulherzinha dele estava loooouuuuccaaaa por uma fofura dessas, e queria a qualquer custo e daria tudo o que o marido tinha ela tinha para conseguir um troféuzinho desse.

O tempo passou e os filhotinhos contrabandeados deram cria, uma cria imensa. A dondoca não sabia o que fazer com tanto tapetinho que deu alguns para uma cumadre. Então criou-se a tradição de que este cachorro jamais poderia ser comprado e, sim, presenteado - e que ele traria boa sorte à pessoa que o ganhasse. E diz-se que o povo tinha sorte mesmo, vai saber... O importante é que hoje, os donos de Lhasa Apso não têm mais sorte alguma porque eles compram (e muito caro).

Aparência[editar]

  • Muito fofo gay ou emo (droga, não deu para criar um paradoxo aqui);
  • Assemelham-se muito com um tapete ou carpete (CUIDADO PARA NAO CONFUNDIR E LIMPAR OS PÉS NELES)
  • Mais bonito e mais gay que o poodle, o seu coleguinha françois;
  • Chega até uns 25cm do pescoço para o chão (medida estranha);
  • A cabeça é larga, o focinho de tamanho médio e o nariz preto (tipo borrachinha);
  • Tem barba e bigodes compridos e de cor mais escura que o resto da pelagem (a não ser que seja branco);
  • Tem a cauda cheia de pêlos e empinadinha (PERFEITA PARA LIMPAR SEU CONTROLE DA TV, CANOS ENTUPIDOS, ENXUGAR A LOUÇA);
  • É extremamente peludo;
  • Pode ser branco, dourado, preto, roxo, tranparente, mesclado, cinza, azul, rosa e verde (vide Floquinho).

Temperamento[editar]

Vai bem com molho Shoyu e limão para dar um toque mais ácido. Ou ervas finas se você é metido e não tem bom gosto. Pode ser assado no Freezer ou frito no motor da Brasília do seu Vô


Além disso é um cão folgado que os donos mimam até o fim do mundo. Com isso ele fica muito ciumento e abocanha quem ousar tocar no dono. É capaz de dormir por horas e horas e nunca é demais. Mas também gosta da brincadeira idiota de jogar a bolinha. É um cão que corre pra caralho. Geralmente estão POUCO SE FODENDO SE FEZ ALGO DE ERRADO e ainda tem a ousadia de aprontar na sua frente. Cagam 12h por dia e dormem o resto. Comem parede, sapatos, insetos, seu dedão do pé, papel higienico, lixo, vidro, urânio, plastico, ferro, cadeiras e mesas. Por se achar o rei do pedaço, acha que toda parente chato visita é pra ele - e bem que podia mesmo ser. Se você tem um Lhasa Apso, cuidado, ele pode aparecer dormindo na sua cama no meio da noite te matando de susto. Apesar de todo esse enjoamento é um cão muito fiel e sempre tenta proteger o dono (mesmo que não consiga).

  • Adora roubar meias e qualquer coisa que seja destruída por eles (ou seja,TUDO... vai por mim!)
  • Também adora derrubar as coisas.


Raças de cachorro
v d e h