José Joaquín Pérez

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

José Joaquín Pérez foi um presidente chileno eleito apenas para manter o conservadorismo das classes mais abastadas, que faziam questão de ter um presidente nascido em Santiago do Chile, assim como os presidentes da Idade da Pedra Lascada. E o conservadorismo não foi apenas no local de nascimento. O conservadorismo também se mostrou presente no governo inteiro de José Joaquín Pérez, sendo que ele conservou todo o governo de seu antecessor, Manuel Montt Torres, e não fez absolutamente nada, pois queria manter o que já estava bom.

História[editar]

Seria José Joaquín Pérez um antepassado de Roberto Justus?

Quando José Joaquín Pérez nasceu, Santiago do Chile não era mais apenas um grande campo de lama onde ficavam circulando livremente as vacas e as galinhas, porém, ainda não era uma cidade realmente grande. Porém, ao menos, Santiago já tinham algumas escolinhas para os capetinhas as criancinhas estudarem e não serem analfabetas como os seus pais.

Aproveitando essas escolinhas, José Joaquín Pérez começou os seus estudos, e já tinha alguns sonhos, como por exemplo, abrir uma casa noturna e faturar dinheiro se aproveitando dos idiotas que iam lá (bom, esse sonho ele nunca conseguiu realizar, porém, ele conseguiu uma coisa semelhante, que foi ser presidente de um grande puteiro que era o Chile e ganhar dinheiro se aproveitando dos contribuintes idiotas).

Voltando ao assunto, quando terminou os seus estudos, José Joaquín Pérez entrou para a política, porém, ele conseguiu apenas alguns cargos sem nenhuma importância, e que não merecem nem ser comentados em nossa querida e amada Desciclopédia. Bom, mas mesmo esses cargos não tendo nenhuma função prática, eles serviram para José Joaquín Pérez ganhar experiência, para depois alçar vôos maiores (ou não).

Bom, mesmo estando nesses cargos sem nenhum importância, José Joaquín Pérez participou das guerras diárias que aconteciam no Chile, porém, ele não ia para o campo de batalha aberto, pois ele deixava essa função para os idiotas analfabetos, que não tinham nada para acrescentar ao país. José Joaquín Pérez ficava apenas coordenando as tropas, e ficava lá longe, em lugares seguros.

Então, depois de terminada essas guerras (temporariamente), José Joaquín Pérez foi tratado como um herói, mesmo não tendo feito nada que preste na guerra. E, com esse possto de herói, juntando com o fato de que ele tinha nascido em Santiago, o fizeram presidente do Chile, cargo que ele sempre desejou.

Presidência[editar]

Como já era moda os presidentes ficarem uma eternidade no governo do Chile, José Joaquín Pérez seguiu essa tendência e ficou por dez anos na presidência. Porém, em todos esses anos, ele não fez nada que podemos dizer "Nossa, que importante, que atitude notável". Porém, ele cumpriu todo o seu mandato, e ainda queria ficar por mais tempo.

De acordo com alguns espíritas que entraram em contato com as almas dos chilenos que presenciaram o governo de José Joaquín Pérez, ele fez uma coisa deveras interessante, que é a liberação dos lanches gordurosos, no estilo Big Mac, para os soldados, pois assim eles teriam muito mais energia oleosa em seus corpo, e lutariam com muito mais disposição. E, para acompanhar, José Joaquín Pérez permitiu que os soldados bebessem uma boa dose de leite de burra, pois isso iria lhes dar força total para continuar batalhando com toda a energia.


Precedido por
Manuel Montt Torres
Pinochet wideweb 470x322,0.jpg
Presidente do Chile

1861
Sucedido por
Federico Errázuriz Zañartu