Heikki Kovalainen

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mais uma corrida comum na carreira de Heikki Kovalainen.

Heikki Kovalainen (19 de Outubro de 1981) é um ator finlandês que tenta (sem sucesso) convencer toda a população mundial de que ele é um piloto de Fórmula 1. Porém, em seus seis anos de carreira, a única coisa que conseguiu provar é que possui sangue de kamikaze correndo em suas veias. Os nerds dizem que Heikki Kovalainen é um dos melhores pilotos de Fórmula 1 da atualidade, porém, isso é porque eles apenas viram Heikki Kovalainen correndo em jogos do Playstation 2.

Para não dizer que Heikki Kovalainen é um desastre completo, em todas as temporadas em que competiu, ele conseguiu ser o líder... O líder em número de batidas, o líder em vezes que o carro quebrou sem a mínima explicação, o líder em vezes que bateu o carro em seu próprio companheiro e fudeu com toda a estratégia de sua equipe, o líder em vezes que atropelou os mecânicos de sua própria equipe por ter errado a hora de parar o carro, e por aí vai...

História[editar]

Heikki Kovalainen dando um tapa na pantera nos boxes. Essa com certeza é a melhor forma de esquecer que teve que abandonar a corrida logo na primeira volta por pura incompetência.

Heikki Kovalainen foi parido em 19 de Outubro de 1981, em algum beco escuro da Finlândia. Apesar de ter nascido na mesma terra que o grande comediante de fama internacional Kimi Raikkonen, Heikki Kovalainen nunca teve muito talento para fazer humor. Por conta disso, ainda criança, ele decidiu que queria ser um automobilista, até porque a Finlândia tem muita tradição nesse esporte. Para ajudar a concretizar esse sonho (que ainda estava distante pra cacete, visto que Heikki Kovalainen conseguia quebrar até mesmo os seus carrinhos-de-rolimã), os seus pais decidiram lhe presentear com um kart, que conseguia a proeza de atingir quase a mesma velocidade que as Motos Cinquentinha.

Infelizmente, logo no primeiro dia, mesmo correndo mais devagar que uma tartaruga, Heikki Kovalainen conseguiu a proeza de bater o seu kart em um poste. Mas como os seus pais eram ricos, eles presentaram Heikki Kovalainen com um novo kart, dessa vez feito com um material mais resistente, que não quebrava nem fudendo (o que era absolutamente necessário, visto que Heikki Kovalainen dirigia pior do que bêbado após ter tomado 50 garrafas de cachaça misturado com veneno).

Apesar de correr extremamente mal, como é bem parecido com Kimi Raikkonen, Heikki Kovalainen recebeu algumas propostas para competir em corridas profissionais de kart. Como não é idiota, ele aceitou, e começou a quebrar todos os karts de maneira profissional. Por ser um grande quebrador de carros, mesmo mal tendo começado a carreira, Heikki Kovalainen recebeu uma proposta para correr na Fórmula 1, que é o maior depósito do planeta de pilotos especialistas em quebrar carros de maneiras inacreditáveis. Como não tinha nada melhor para fazer, Heikki Kovalainen aceitou, e se tornou um piloto e testes (leia: Dublê) da Renault.

Na Fórmula 1[editar]

Após ter passado por um longo verão apenas testando a resistência dos capacetes da Renault, Heikki Kovalainen finalmente conseguiu se tornar um piloto titular, até porque Fernando Alonso tinha pedido pra sair, após ter recebido uma proposta em barras de ouro que valem mais do que dinheiro da McDonalds. Apesar de ter treinado por anos, a temporada de Heikki Kovalainen foi simplesmente medíocre, e ele lutou até o fim para conseguir marcar pelo menos um pontinho - Ele não conseguiu, mas Keep Walking...

Na temporada que se seguiu, Heikki Kovalainen fez um troca-troca com Fernando Alonso, pois este queria voltar para a Renault. Com isso, Heikki Kovalainen foi para a McLaren, uma equipe que é conhecida mundialmeente por fabricar os seus carros usando caixas de cigarro. Por incrível que pareça, correndo com esse carro, Heikki Kovalainen conseguiu vencer a primeira corrida de sua carreira, na Hungria, até por quê metade dos adversários quebraram. Nesse dia, choveu tanto na Hungria que grandes personalidades locais, como Aletta Ocean e Madison Parker tiveram que estampar em suas calcinhas pedidos de doações para os seus conterrâneos, que tinham perdido tudo no meio do toró.

Em 2010, como a McLaren conseguiu um piloto melhor (o que não é muito difícil, até porque qualquer um é melhor do que ele), Heikki Kovalainen foi para a Lotus. Heikki Kovalainen passou dois anos se ferrando nessa equipe, junto de Jarno Trulli, outro piloto que ficava sempre na zona intermediária. A equipe até mudou de nome (Caterham), mas não mudou de desempenho, e o finlandês continuou se fudendo até ser despejado em 2013.


Schumacher dick vigarista.jpg
Buildphotoims4vd.jpg
v d e h
Pilotos da Fórmula 1