Garuva

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Luís Henrique da Silveira.jpg Se quésh quésh, se non quésh, dish!

Este artigo é catarinense! Já entrou em coma alcoólico na Oktoberfest, sabe o que é boi-de-mamão, tem um poster do Guga e pensa que é alemão!

Venha para o lado barriga-verde da força você também!

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Garuva.

Cquote1.png Você quis dizer: Garuda Cquote2.png
Google sobre Garuva
Cquote1.png Sou mais a cidade de Joinville. Cquote2.png
Turistas sobre Garuva

Garuva é um município brasileiro do estado de Santa Catarina como qualquer outra cidade aqui em SC, ou não.

Sua história

Além de abrigar filiais de empresas desconhecidas, Garuva é o maior bananão de Santa Catarina. Ninguém precisava saber disso, precisava era de ver o outro uso da banana

A fundação de Garuva é atribuída aos português puxa-sacos do Rei, Cândido da Veiga em 1914, mas continuando pertencente a São Francisco do Sul por terem os direitos autorais naquelas Terras. Mas em dezembro de 1927, foi criado o Distrito de Garuva e nomeado o primeiro Intendente Distrital, Sr. Alberto Schwartz, um grandão com ambições arbitrárias.

Em 1934, a sede do Distrito de Garuva deslocou-se para São João do Palmital, onde atualmente se encontra e somente em 1963 desmembrou-se de São Francisco do Sul, após muita negociação e luta, pois São Francisco não pretendia perder seus 35 km de mar, hoje pertecentes a Itapoá, onde eles perderam, esses Playboys.

Foi o vereador Dórico Paese que apresentou o projeto de criação do município, em 4 de Dezembro de 1963, através da Resolução 22/63 e blá-blá-blá. Em 20 de Dezembro de 1963, criou-se o município de Garuva, através da lei nº 953.

O nome Garuva foi dado pelo fato de existir uma árvore de cor amarelada, os que os esquizofrenicos doidos dizem que ainda existem essas coisas nessa cidade.

Suas fronteiras

Garuva atualmente faz fronteira ao norte com o estado do Paraná, ao Sul com a cidade de Joinville e São Francisco do Sul, ao Leste com Itapoá e ao Oeste com Campo Alegre, todos sendo facilente burlados por traficantes de drogas, produtos pirateados da China e de imigrantes ilegais, ou não.