Enxaguante bucal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Asclepius.png A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um para fazer seu check-up.
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Enxaguante bucal.
Usuário de enxaguante bucal.
"Creme" dental líquido. A prova da descartabilidade do enxaguante bucal.

Enxaguante bucal é o segundo maior engodo da indústria odontológica, ficando atrás apenas da fita dental (afinal pra que está se já existe o fio dental?). O enxaguante bucal, no entanto, é o mais popular dos dois.

Proposta do enxaguante bucal[editar]

É-nos dito que o enxagante bucal tem o propósito de Cquote1.png evitar diversos problemas, como cáries, formação de placa bacteriana, mau hálito e gengivite, entre outros Cquote2.png.[1] É óbvio, no entanto, que um boa escovação resulta nos mesmos benefícios.

Afinal, o creme dental tem o propósito de Cquote1.png evitar diversos problemas, como cáries, formação de placa bacteriana, mau hálito e gengivite, entre outros Cquote2.png![1]

Então qual é o verdadeiro propósito do enxaguante bucal?

Simples! Comparemos os preços, calculados para o consumo de uma pessoa.

Produto Custo Durabilidade
Escova de dentes Uma boa escova não precisa custar mais que R$ 2,00 Um mês, ou mais
Creme dental Se pagar mais que R$ 1,50 num creme comum, está sendo enrolado Se "comer" pasta, ainda dura uns 2 meses
Enxaguante bucal R$ 18,00 uma "embalagem econômica" de um litro na promoção 15 dias usando por volta de 30 mL por aplicação, duas vezes ao dia, sem diluir,como recomendado
Conclusão
  • Gasto mensal sem enxaguante = R$ 2,75
  • Gasto mensal com enxaguante = R$ 38,75
  • Ou seja: 1309% a mais!

Outra prova da inutilidade do enxaguante bucal é o creme dental líquido (é creme ou é líquido) que Cquote1.png pode ser diluíd e usado como enxaguante bucal Cquote2.png.[1]

Composição do enxaguante bucal[editar]

Ah, você é espertão, ainda não se convenceu e acha que isso tudo é besteira, vejamos então a composição de um enxaguante bucal líder de mercado:

Excipiente

Vejamos:

  1. Você deve se lembrar das aulas de química orgânica, não é? Tudo que termina em "ol" é álcool, temos aqui cinco tipos de álcool, um verdadeiro coquetel.
  2. Mentila, menta, coante verde, blá, blá, blá... Já entendemos! Sabor menta! Falando nisso: menta e hortelã não é a mesma coisa?
  3. Água, O RLY? Some as porcentagens. Uns 22% de álcool e o resto é o que?
  4. Ácido, sódio, sódio... sacarina não é açucar?
  5. Ingrediente misterioso: Ploxamer! Deve ser isso!
  6. Cadê o fluor? Ah, já tem no creme dental e na água da toneira!
Conclusão
Tomar uma dose de tequila deve ter o mesmo efeito, exceto pela menta. O que nos leva ao passo seguinte:

Produzindo seu próprio enxaguante bucal[editar]

ATENÇÃO!!! A Desciclopédia é um projeto de humor e sátira feita por amadores. Nada aqui foi testado nem tem a intenção de ser verdade. Não faça a m... de levar isso a sério!

Dada a quantidade de álcoois diferentes, produzir enxaguante bucal caseiro é facil.

Adicione meia dose de uísque paraguaio em um meio litro d'água. Acrescente um copo americano de vodca barata, dois dedos de Caninha 51 e uma dose de tequila. Dilua na solução meio tubo de creme dental de sua preferência e ramos de hortelã a gosto. Deixe curtindo como em uma "garrafada".

Rende um litro.

Você ainda pode engolir depois de bochechar.

Ver também[editar]