Eleições 2018 - The Game

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Eleições 2018 - The Game é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, algum sniper deu um Head Shot.

Brasilia1.jpg Passa a certeira! Perdeu, preibói!

Aí, mermão, este artigo aqui, ó, é brasileiro, tá ligado? Só fala de futebol, come feijoada, exporta travestis, puxa o saco dos EUA, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela ausência do Prêmio Nobel.


Eleições 2018 - The Game
Pato da Fiesp no Twitter.jpg

Capa do Jogo com o Pato da FIESP como protagonista.

Informações
Desenvolvedor PT Games, Geraldo Alckmin Games, Sega e G1
Publicador Sega
Ano 20 de agosto de 2018
Gênero Política, Ação, corrupção, putaria e muita merda
Plataformas PC, PS4, Zeebo e Nintendo Switch
Avaliação Cheiramento de gatinhos, violência, política, corrupção, eleições, religião e sexo.
Idade para jogar Não recomendado para menores de 14 anos.

Eleições 2018 - The Game (Jogo das Eleições de 2018 para os noobs que ainda não sabe jogar ou não entem nada sobre o jogo) é um jogo que mais parece uma mistura maligna de RPG político, jogo de tiro em primeira pessoa, ação, sexo e um monte de merda que veio da cabeça do criador, que é oficialmente o jogo oficial (só que não) das Eleições 2018 para escolhermos (pela milésima vez) o ditador do Brasil e os ditadores do estados brasileiros, onde a suruba vai rolar solta. O seu objetivo nesse jogo é enfiar um monte de bala de metralhadora no cuzinho apertadinho dos inimigos e nada mais.

Jogabilidade[editar]

O jogo é dividido em 28 fases, 27 são dos estados brasileiros e o Brasil mesmo fica pro final dessa porra toda. Nesse jogo, você deve atirar no toba dos inimigos, inclusive dos chefões, ganhar experiência pra caralho e ganhar uns emblemas que só servem de enfeite na sua estante de emblemas, o que não faz o menor sentido, mas não estamos nem aí com isso e vamos contar a história desse jogo.

História[editar]

Mais uma vez a política faz o seu troca-troca maldito, depois que o PT instalou uma ditadura de um partido só no Brasil, depois que Satã Temer assumiu o Brasil, a coisa piorou, fuderam a gasolina e tudo de ruim, agora, em 2018, só cabe você salvar o Brasil de mais um colapso de merda que acontece no Brasil.

Fase 1: São Paulo[editar]

Chefe 1: Professor Cláudio Fernando e Professora Lisete[editar]

São os primeiros chefes da porra toda. Enquanto sai para a sua grande jornada rumo á a fase final, você dá de cara com um bando de professores que são robôs comunistas doutrinadores com balas de AK-47 acopladas dentro do cu.

Chefe 2: Cracudos[editar]

Bom, agora que você está destruindo campanhas politicos pelo centro de São Paulo você ira se deparar com hordas de zumbis cracudos armados com pedras de crack e cachimbos de lata de coca-cola fabricado pelos já mencionados cracudos, esse inimigo é controlado para te atacar e roubar o seu dinheiro, porem eles tem um ponto fraco que é a sua constante necessidade de fumar, quando eles estão fumando eles ficam completamente vulneráveis à seus ataque de rajadas de metralhadoras. Se um cracudo te morder você deverá tomar uma injeção de vacina do PROERD anti-drogas para não se contaminar.

Chefe 3: Buracos na via[editar]

Nesse ponto você nosso caro eleitor ira enfrentar numa mobilete usada uma trajetória numa estrada paulistana tão esburacada que os buracos chegam a ser maior que o cu da Mia Khalifa e mais fundos que a falha de San Andreas, caso caia num buraco é plausível pedir ajuda a Deus (te ajudar de graça 3 vezes na fase) ou para o diabo (R$666 + 10% de gorjeta + 80% de impostos, para te ajudar a sair do buraco e começar uma nova dívida no banco), e isso tudo durante uma enchente.

Chefe final: O maquiavélico monarca de São Paulo Paulo Maluf IV[editar]

Esse chefe final é o primeiro dos 27 chefes finais e ele está puto pois você passou por um pedágio sem pagar e agora devera ser punido. A batalha contra ele envolve armas de fogo, vírus de site pornô, pênis de borracha, um DVD de um filme educativo do Alexandre Frota e o suco de laranja do Jailson Mendes. Nesse mortal combate você pôde pedir ajuda aos universitários, o Paulo Guina e o Batman do farol.

Ao derrotar Paulo Maluf IV você ganha o poder de eleger o governador do estado e os deputados estaduais e federais da região. Além disso lhe é concedido uma obra inacabada do governo anterior e um raio engayzador

Fase 2:Rio de Janeiro[editar]

Chefe 1: Os traficantes e sua horda de zé dorginhas[editar]

Porque diabos você foi pro Rio de Janeiro? Ao chegar na cidade seu carro e roubado pelos zé droguinhas que querem drogas no nível do peso do Péricles do Exaltasamba, esses caras são um bando de VAGABUNDO DESEMPREGADO que devia toma tiro de fuzil militar, bom agora eh seu dever pegar o seu fusquinha 100% tetano de volta PORQUE os mano vão desmontar o seu carro e vendê-lo no mercado negro Tailandês que é comando por chines comunista do mal falando que ele é uma Ferrari tunada do velozes e furiosos, e a unica maneira de derrotá-los é usando uma fantasia de leão do Proerd.

Chefe 2: O homem foca[editar]

Wow, você decidiu irritar crianças retardadas fãs do Lucas Neto, e agora tem um monte de fo-corujas (imbecil alienado em mandarim) querendo que você morra, mas por sua sorte a fã-base dele só tem criancinhas de 4 à 8 anos, logo elas não podem te agredir fisicamente, mas sim moralmente na internet lhe chamando de coisas horríveis como "Seu. Bobo. Babaca. Filo. D. Puta." e logo lhe restara derrotar o inescrupuloso Homem Foca banhado em Nutella e é simples derrotá-lo, já que será necessário apenas fuzilar o cu anutellado dele e denunciá-lo para o conselho tutelar, e fim não tem mais Lucas Neto.

Chefe 3: O garoto arco-íris[editar]

Luccas Neto está morrido e seu irmão inteligente e manipulador usa seu alto conhecimento para rastrear o assassino de seu obeso e anutellado homem foca, e rapidamente chega até seu fusquinha feito de tetano sobre tetano e um escapamento feito de cano de PVC quebrado espalhando gás carbônico por todo local das prais de Copacabana, e então começa a batalha, para derrotar o Garoto arco-íris é necessário uma maquina zero para deixá-lo careca e então com seus poderes você poderá fuzilar o cu multicolorido de Felipe Neto.

Chefe final: O satânico Silas Malafaia[editar]

Esse cuzão evangélico achou que você é gay, e portanto ele acha que tu deves morrer, porem ele perde toda sua força ungida por cinco caso você mande ele procurar uma rola, enquanto ele esta petrificado com tal frase você poderá atacá-lo com armas de fogo, magia necromante, vibradores anais, porno não convencional, macumba e satanismo. Pode pedir ajuda para os universitários, Satã, Belzebu, Tyr,Madame Satã e a gorda da sua mãe. Ao derrotá-lo você sera presenteado com uma igreja superfaturada e um raio crentizador (arma que transforma pessoas em crentes que pagam o dízimo diariamente)