Desnotícias:Paraguai desenvolve vacina contra Covid e já inicia comercialização nos camelôs de Madureira

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

CIDADE MERDAVILHOSA, Brasil

Em letrinhas chinesas, como todos os produtos comercializados no local.

O Paraguai iniciou nesta semana a produção de uma vacina contra o coronavírus, certificada com o selo La Garantía Soy Yo pelas autoridades locais, e já iniciou a exportação para o Brasil em camelôs de Madureira, no Rio de Janeiro. Mais em conta que as vacinas oficias, custando apenas R$50 a dose e mais R$10 a aplicação no local, a vacina paraguaia tem feito sucesso entre o povo carioca, que adora um jeitinho de se dar bem. Até o momento, não se sabe os efeitos colaterais que a vacina possa causar, mas certamente são menores do que tomar a água da Cedae.

O novo produto vem causando dor de cabeça aos lojistas da rua Uruguaiana, que além de sofrer operação da Polícia Federal, agora ainda estão atrasados no recebimento da doses da vacina. Segundo informações do governo paraguaio, não há motivo para preocupações, já que novas doses já devem chegar da China até semana que vem, quando começará também a distribuição para o público paulistano na rua 25 de março, após a devida testagem nos cariocas.


Fontes[editar]

Compartilhe
essa desnotícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram