Desnotícias:Deputado Wladimir Putinho tatua no seu ombro "Merda"

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

BRASILIA, CEUA (Confederações Estados Unidos da America)

O Dito Cujo! E é verdade!

O ex-deputado Wladimir "Putinho" de Costas, mas também conhecido como "O primeiro brasileiro que bebeu vodka", divulgou neste fim de mundo semana no caralivro ibagens imagens de um evento educativo onde ensinavam e mostravam como o Comunismo não funcionava no Acre onde aparece pelado sem camisa e com a inscrição "Merda" tatuada no ombro. Acima o nome do nosso querido presidente, há uma bandeira da União das Repúblicas Socialistas Brasileiras Oligárquicas Dinásticas Vassalas dos Emirados Árabes Unidos da América.

Wladimir está entre os principais pretendentes de Temer na Câmara da putaria. Ele já havia chupado o Temer durante o impeachment da Mamãe Dilma, e recomendou que outros políticos repetissem o ato, assim, depois do ato, entrou a Procuradioria Geral da Republica das Putas contra morte passiva.

Na publicação onde divulgou a tatuagem, ele escreveu: "Podem me chamar de hipócrita, estuprador, comunista, petista, facista, nazista, criminoso, capitalista, puto, retardado, professor, velho, novo, "crianço" ou qualquer outra merda, eu não me mato, eu só quero que eu desejo que todos se fodam" Como pode ver na foto ao lado, não está escrito o mesmo, porque 2 horas depois o deputado deletou o post, então um fake postou.

Nas postagens do caralivro, "Putinho" não esclareceu se a tatuagem é permanente, a puta dele informou não ter conhecimento. "Meu sangue é derramado por causa de minhas menstruações pesada, e se preciso, morro de desitratação" escreveu logo após deletar o post


Fontes[editar]