Cuauhtemoc

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é relacionado à história.

Não estranhe se ler que Brumário é um mês.

Viado.JPG

Cuauhtemoc foi o imperador Asteca que mais se ferrou. Primeiramente, ele assumiu a posse no desespero, os Espanhóis já estavam dominando o império Maia e quase ninguém tava vivo da sua nação, foi um desespero para todo mundo. Como não tinha mais imperador e ele era o primo de quinto grau do imperador morto ele assumiu.

Observações[editar]

Este é Cuauhtemoc, somente os Mexicanos sabem recitar esse nome, para nós sai um "Oiapoque".

Antes de ser contada a sua história, é bom lembrar que Cuauhtemoc foi colocado lá aos 18 anos e seria uma sacanagem eu dizer que o cara na verdade foi um péssimo imperador, eu acho que ele não ficou nem um ano no poder. Seja como for, perguntaram para ele o que eles tinha que fazer para parar a fúria e o massacre que os Espanhois estavam fazendo.

Ele só sabia fazer uma coisa.

Algo que o povo dele fazia o tempo inteiro: Sacrifícios. Então eles resolveram jogar todo o povo dentro de um buraco que segundo o povo dele era sem fim, ele imaginava que se jogasse eles direto para o "sub-mundo" que era o tal buraco os deuses iriam aceitar o sacrifício e parar com os Espanhois.

Então começaram a culpar Cuauhtemoc (nome grotesco...) pois ele tinha jogado todo o povo no buraco sem fim sem ter levado em consideração que o buraco era sem fim para os Astecas e que esses humanos não iam morrer nunca se estivessem no buraco.

Cuauhtemoc teve que pensar em outra coisa além de um sacrifício.

No Solution[editar]

Cuauhtemoc teve que recorrer à uma cidade Asteca que também estava fraca e falida por causa dos Espanhóis, eles então colocaram todo mundo para lutar contra os Espanhóis e, bem, enquanto o imperador de 18 anos fugia escondido e disfarçado por um lago chamado Txuexuexuexaxa (nomes Astecas eram assim, não havia como evitar).

Então ele se encontrou com um homem chamado Heluan de alguma coisa, ele entregou a faca para ele quando o encontrou e disse: "Me mate! Me mate!" para o conquistador.

Acontece que eles não entendiam Asteca e o pegaram mesmo assim, então converteram Cuauhtemoc para o Cristianismo e deram um nome de Batismo que foi Fernando de Alvoro de Cuauhtemoc. Mas quem se importa, ele teve tal alcunha até a sua condenação onde ele, bem, virou presunto.

E assim acaba o último governador Asteca. Obra de espanhóis, isso não foi nem um pouco legal...

E o povo?[editar]

Cuauhtemoc Jogador da seleção mexicana. Sinto pena desse cara...

Os que estavam lutando permaneceram oito dias... Lutando.

Eles só foram convertidos ao cristianismo depois da setença de morte do governador deles, o Oiapoque Cuauhtemoc ter tido a sua Pena de Morte confirmada. Todos receberam um nome de batismo tosco e assim se encerra o domínio Asteca e isso cria uma série de países-desgraças como a Bolívia, o mais pobre da América do Sul.

O seu fim[editar]

Antes da sua execução ele foi torturado e teve até os pés queimados por quem o pegou, Hernan de alguma coisa. A queimação tinha o intuito dele dizer onde estavam os tesouros Astecas porém eles esperavam que ele falasse o quê? Espanhol? Não, ele ficava repetindo agonizantemente:

Cita3.pngQue Merda cara! Eu fiquei menos de um mês na Porra do poder, para de ficar queimando meu pé! Que saco!Cita4.png
Cuauhtemoc

Acontece que os espanhois não eram tão espertos, assim como o carrasco de Cuauhtemoc, que foi o Hernan vai saber lá o que significa. Para você ter uma ideia, Hernan levou o corpo de Oiapoque Cuauhtemoc para Honduras pois ele estava com medo que ele ressuscitasse e fizesse uma revolta.

Então, foi em Fevereiro que maracaram a Pena de Morte do último imperador.

Homenagens[editar]

Hoje há várias cidades no México com seu nome e uma estátua dele onde ele "morava".