Chato das Casas Bahia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Hoe.jpg CRIME OCORE NADA ACOTECE FEIJOADA

Aê, meu, este artigo é verde-amarelo, mano! Só fala de futebol, come feijoada, exporta travestis, puxa o saco dos EUA, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela corrupção da sociedade.


Paulinho Rola 2.png Este artigo pode levar-te para o lado rosa da Força!

Gasparetto já aceitou este artigo.

Não o leia, exceto se você for macho, mulher ou está pintando as unhas de glitter.

Loituma.gif Este artigo é sobre algo ou alguém que enche o saco e é muito irritante. Se você vandalizar, ele será seu tormento pro resto da vida!

Cquote1.png Quer pagar quanto ? Vou pagar a mão na sua cara! Cquote2.png
Telespectador revoltado sobre Fabiano Augusto
[1] Cquote1.png Quero de Graça ! Cquote2.png
Qualquer um sobre Fabiano Augusto
Cquote1.png Você traiu o movimento publicitário véio!!!!! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Fabiano Augusto
Cquote1.png Não foi ele que morreu numa explosão de ofertas? Cquote2.png
Piadinha sem graça sobre Fabiano Augusto
Cquote1.png Não , foi na queima de estoque Cquote2.png
Outra Piadinha sem graça sobre Fabiano Augusto
Cquote1.png CHEGAAAAAA DESSA PORRAA!!!!!!!!!!!! EU TO CANSADA CARALHO!!!!!!!!!! Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre o chato das casas bahia

Fabiano Augusto Fossa de Araújo Pinto é um ex-office-boy[2], ex-animador de festas infantis (encenava "A Cigarra e a Formiga" para as criancinhas)[2], ex-vendedor de livros[2], e posteriormente comediante, "ator" e garoto propaganda brasileiro, famoso por apresentar durante a eternidade o "comercial" das Casas Bahia, com seu criativo bordão "qué pagá quanto?!".[3][1]

Biografia[editar]

Isso é que é simpatia!

Desde criança, o sonho de Fabiano sempre foi ser ator, porém sua escalada no meio "artístico" até chegar a fama foi muito dura. Entre suas inúmeras atividades culturais, já teve que apresentar programas deseducativos infantis, se fantasiar de uma geladeira e ser assistente de palco do Marcos Mion.

60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Fabiano Augusto.

Fabiano se virava entre um bico e outro, até que surgiu o convite por parte do ACM para apresentar um comercial que seria totalmente revolucionário no mundo do marketing e ficaria guardado para sempre na memória de milhões de brasileiros.

Fabiano Augusto em seu mais famoso papel: ele mesmo!

Graças a esta série de comerciais, Fabiano ganhou uma legião de "fãs" por todo o Brasil (especialmente crentes, que passaram a lhe devotar blogs (pois é, nem orkut tinha na época) e mais blogs em sua homenagem. Entre os mais famosos esteve o famoso www.odeiooidiotadascasasbahia.blogger.com.br[2], que hoje saiu do ar[4] por que zoar o Fabiano Augusto também já "saiu um pouco de moda".

O que muitos queriam fazer com Fabiano Augusto.

Mas como a desciclopédia não é poser, estamos criando este artigo para eternizar o maior gênio da propaganda brasileira depois do Sílvio Santos.

A muito afastado dos plin-plins, Fabiano pretende agora tornar-se político, levando a lobbistas do Congresso brasileiro o seu slogan como deputado: "olhou levou!" Pelo o menos, ninguém vai poder chamá-lo de mentiroso!

A demissão[editar]

As Casas Bahia se-foderam depois da série de propagandas "Quer pagar quanto?". Em um belo dia ensolarado um promotor de justiça após assistir o comercial resolveu fazer umas comprinhas por lá: DVD's, TV's de plasma, aparelhos de som, máquinas de lavar, computadores, geladeiras, móveis, etc. Tudo da mais alta qualidade e das melhores marcas.
Enquanto fazia suas compras os vendedores comemoravam tomando champanhe e cantando. Na hora de pagar todos os vendedores estavam com sorrisos estampados nos rostos devido as "comissões" que iriam receber, quando chega a hora de pagar a mercadoria o promotor abre a carteira e diz: "Eu quero pagar dez reais!"
Todos os vendedores riram e o gerente para puxar o saco disse: "Como o senhor é simpático!"

E ele respondeu:
"Eu não estou brincando, vocês me perguntam: Quer pagar quanto? e eu respondo: Eu quero pagar dez reais."
O gerente com cara de assustado disse:
"Mas senhor, a propaganda é só uma brincadeira!"
E ele falou:
"Não interessa! Os senhores estão passando uma informação falsa, se não quiserem enfrentar um processo judicial tirem a propaganda do ar imediatamente e nem me impeçam de levar as mercadorias!"
A propaganda depois disso foi retirada do ar, mas a lavagem cerebral bela peça publicitária, apesar disso, foi tão forte durante tanto tempo, que o prejuízo foi insignificante para a loja.

Referências

  1. 1,0 1,1 Frederico e Soraya (30/11/2003). Quer pagar quanto? Vou pagar a mão na sua cara! Toda a revolta de uma nação contra o garoto propaganda das Casas Bahia. Página visitada em 23/04/2011.
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 Danilo Bernardino (Segunda-feira, Novembro 03, 2003). CRUSSIFICADO DO DIA: Odeio o idiotas das.... Página visitada em 23/04/2011.
  3. Frederico e Soraya (Quinta-feira, Março 18, 2004). Quer pagar quanto? Vou pagar a mão na sua cara! Toda a revolta de uma nação contra as propagandas das Casas Bahia. Página visitada em 23/04/2011.
  4. Blogger (23 Jun 07). Erro 404 - Endereço não existente... O endereço requisitado não existe! Clique aqui para prosseguir.. Página visitada em 23/04/2011.

Ver também[editar]