Capitão Nemo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
441-IndianElephant.jpg नमस्ते!

Este artigo é indiano, tic! Anda de elefante, joga cricket, é vegano, fala um inglês horrível, trabalha em um call center e adora incenso! Se vandalizar este artigo ou for paquistanês, você será incinerado pelas chamas de Agni! E nunca toque num Dalit!

Dhalsim meditando.png


Capitão Nemo, o perito em cultura inútil dentre os integrantes da Liga Extraordinária.

Cquote1.png Você quis dizer: Capitão Emo Cquote2.png
Google sobre Capitão Nemo
Cquote1.png Já vi pessoalmente! Cquote2.png
Capitão Nemo sobre documentários de Jacques Cousteau
Cquote1.png Espécime típico do sul do pacífico com tendências alcoólicas. No Brasil podem ser encontradas em cativeiro com 9 membros! Cquote2.png
Capitão Nemo sobre Lulas

Capitão Nemo foi um magnata indiano excêntrico e antisocial que combateu na Guerra Civil Americana, na Insurreição Polonesa e mais em um monte de confusões. Nemo veio da realeza indiana, mas assim como Buda, muita gente acha que ele não existiu na verdade, sendo ele apenas ficção de certo escritor amador.

A história de Nemo é como se fosse a do Batman (um herói antisocial, revoltado, etc.) só que em versão romântica e literária e Nemo era fissurado por frutos-do-mar. E se enganam aqueles que acham que Nemo por ser estudioso das lulas as adoram. Nemo tem grande prazer em combater contra elas e não vota no Lula.

Apesar de ser um personagem aclamado, Capitão Nemo sofre com um grave erro de inconsistência temporal cometido por Julio Verne (o escritor amador). Nemo morre (lembre-se, cuidado com os vários spoilers nesse artigo) pouco antes de fugir da Ilha Misteriosa em 1867, mas ele aparece ileso são e salvo dois anos depois para se aventurar nas 20.000 léguas submarinas. o que ocorre é que Capitão Nemo possui irmãos gêmeos que sempre estarão disponíveis a lhe substituir, e por isso ele pode fazer participações como em A Liga Extraordinária.

Biografia[editar]

Nemo escolhendo o almoço do dia.

Capitão Nemo gosta de aparentar como um pirata, e se inspirou no Seu Madruga para desenvolver seu visual característico de velho lobo-do-mar.

Começou sua carreira perdendo guerra após guerra na costa indiana para a marinha britânica e como não tinha muita coisa para fazer em Delhi, decidiu começar a estudar biologia marinha, algo que ninguém normal sonha em fazer, mas por deter esses conhecimentos exclusivos, que Capitão Nemo conseguiu imortalizar sua figura como grande louco excêntrico pirata defensor dos fracos e oprimidos.

Nemo é considerado o maior doutor em oceanografia e um dos maiores estudioso de Lulas que já existiu. Nemo pesquisa a vida das lulas e sua evolução desde criancinha, sendo atacado constantemente por estas, mas jantando estas as vezes também. Não viveu o bastante para ver a espécie chegar a dominar um país nos tempos modernos, tornando-se presidente dele.

Começo de Carreira[editar]

Para Nemo homens "nus" suportam normalmente a pressão submarina há 5.000 metros de profundidade e só morrem afogados.

Nemo começou a carreira apresentando o programa Fantasia e fazendo pontas em desenhos da Walt Disney. Quando necessário fazia figuração nos episódios de Chapolim Colorado e atuou como tripulante do holandês voador e pérola negra adquirindo experiência marítima.

Nemo tem seu reino destruído pela Revolução Indiana de 1857, e revoltado com a civilização, burra e manipulada, decide virar um comunista conservador estudioso de abobrinhas (literalmente) e decide sair pelo mundo combatendo o imperialismo e coisas do gênero disfarçado de velho lobo do mar. Nemo desenvolve grande gosto pela Europa, mais precisamente a França, lar de seu amigo Julio Verne.

Capitão Nemo também nunca conseguiu ser mais que capitão. Começou sua carreira na marinha mercante como capitão, e fez de tudo para conseguir ser major, almirante e esses postos com uma aposentadoria generosa. Nemo morreu tentando antes que pudesse se aposentar.

Vinte Mil Léguas Submarinas[editar]

Um enterro cristão. Mesmo há 20.000 léguas submarinas.
Detalhe: Todos usando apenas trajes leves de banho.

Até certo ponto de sua vida, Nemo seria um pseudo-pirata qualquer que estuda sobre polvos e mata alguns bandidos e provavelmente cairia rapidamente no esquecimento. O que imortalizou a figura de Nemo, é que ele foi o primeiro homem a atingir o centro da Terra, usando apenas um submarino de fabricação russa, alguns capangas altamente treinados em cultura inútil e seu chapéu árabe (apesar dele ser "teoricamente" hindu).

Nemo é a globalização em si, além da origem hindu e vestuário árabe, sabe falar diversas línguas, serve a rainha da Inglaterra e tem o título de Szlachta (classe de nobre polonês misturado com judeus e perseguido por nazistas) e por isso fica lutando contra soldados de Hitler metade de suas aventuras (a outra metade são combates com lulas gigantes). Tudo isso em cenários no fim de mundo como Vigo, Espanha, litoral brasileiro, Cuba, Antártida e locais assim. Nemo tem extremo interesse por localidades inóspitas e tendências eremitas.

Capitão Nemo como um gênio das ciências biológicas (ie maconheiro) se reuniu com Stephen Hawkings e Albert Einstein para construírem uma das várias máquinas que Leonardo da Vinci havia projetado em vida, mas não conseguido financiamento o suficiente vendendo quadros. Nemo construiu assim um submarino megalomaníaco para se reclusar nos confins da Terra.

Nemo o eremita. Quando não está lutando ou comendo lulas, está em seu órgão com toda pose de solitário.

As narrativas das "Vinte Mil Léguas Submarinas" são um precioso documentário que Nemo produziu exclusivamente para o Dicovery Channel, ocupando 55% da grade horária atual desse canal com cenas da reprodução das lulas, tubarões caçando e a vida das anêmonas.

De tanto navegar para lá e para cá descobriu a Atlântida e o Acre (pelo Rio Amazonas).

A ilha misteriosa[editar]

Capitão Nemo no Pólo Norte
Detalhe: Parece que o aquecimento global já é antigo. Não há gelo!
Nota:Os eventos da Ilha misteriosa ocorrem anos antes de Vinte Mil Léguas Submarinas, mas a história é contada como se fosse depois (enfim, coisa de escritor cheirador de gatinhos).

Depois de ficar multimilionário fazendo serviços de SEDEX para o mundo encontrou algumas lulas gigantes e uns piratas de quebra com seu submarino nas Bahamas (nem é no Oceano Pacífico!! Tem coisa que só o Capitão Nemo conseguiria).

Se envolve em esquemas secretos do Watergate e vai para a isolada e jamais explorada Ilha da Caveira de Abraham Lincoln para passear e morrer procurando um tesouro.

Depois de morrer, Nemo revelou no Programa do Ratinho ser o príncipe Dakkar, personagem principal em As 1001 noites e irmão próximo do Aladdin.

A Liga Extraordinária[editar]

A sala de motores do Náutilus, feita totalmente a partir de peças de geladeira.

Capitão Nemo revive devido às esferas do dragão e decide se unir a uns caras esquisitos para combater alguns comunistas no norte da Rússia. Não ajuda muito, faz papel meio secundário e serve apenas de motorista.

Procurando Nemo[editar]

Um filme para crianças, no qual Niall Horan chora.

Morte[editar]

Nemo após catalogar todas as ilhas do Oceano Pacífico sofre de uma misteriosa doença e morre de forma estranha tal qual Elvis Presley e Paul McCartney.

Náutilus[editar]

O Náutilus é a maior banheira já construída no mundo, e seu nome é o de um cefalópode marinho, o prato predileto de Nemo. A aparência externa do submarino originalmente lembra a de um peixe gigante, cheio de cores e formas vibrantes, para ficar bem ficção científica mesmo. Depois, o submarino vai sofrendo mutações de acordo com os gostos excêntricos dos diretores de cinema que já regravaram 13 vezes 20.000 léguas submarinas, ficando uns visuais mais esquisitos que outros. O último Náutilus visto foi o que apareceu na Liga Extraordinária, até cheio de estilo e simpátocp, mas o problema desse é que ele não possuía o mínimo de aerodinâmica possível e se não fosse um filme, normalmente afundaria tal qual uma viga de ferro gigante.

O Submarino por dentro é uma cidade. Toda tripulação tem casa, família, emprego, passaportes, opções de restaurantes, bocas de fumo, tudo que qualquer cidade precisa. Mas apesar de tudo, ele ainda não é um bom lugar para pessoas claustrofóbicas.

Uma curiosidade é que o Náutilus é capaz de passear por Veneza sem encalhar, já que ele tem a capacidade de levitar também.

Emblema[editar]

Capitão Nemo combatendo uma lula gigante, um dos primeiros a se arriscar a fazer esse tipo de coisa!

Inventado na Antártida, Nemo queria um emblema que o representasse, que não fosse nem caveira, nem franja emo, e assim desenvolveu um "N dourado"' e os dizeres Mobilis in mobili que em latim significa "Que se deslocam no meio mobilidade", o que não quer dizer absolutamente nada (mais uma viajem de Julio Verne mascarada numa viajem de Nemo).

Curiosidades[editar]

  • Nemo faz participação especial no anime Nadia and the Secret of the Blue Water. Como a animação é surpreendentemente amadora, é lógico que não fez sucesso algum.
  • Capitão Nemo é domador de Cthulhus.
  • Brigar com lulas é o esporte de Nemo.
  • Capitão Nemo mata tubarão na faca.
  • Capitão Nemo não é um peixe, e não se perdeu
  • Nemo faz oposição ao governo petista brasileiro que apóia demais as lulas.
  • A banda de folk metal finlandesa Nightwish compôs uma música em homenagem a Nemo, o único forasteiro que já visitou a Finlândia.