Bosques Assombrados

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Bosque Assombrado)
Ir para: navegação, pesquisa
Ruth Romcy1.JPG Este artigo é ASSOMBRADO!

Algum espírito que atravessa paredes e adora pregar peças em cagões
está vigiando este artigo, então cuidado com os objetos flutuantes e não vandalize,
ou ele virá puxar seu pé enquanto dorme.


Cquote1.png Experimente também: Inferno Cquote2.png
Sugestão do Google para Bosques Assombrados

Cquote1.png Ecsto non ecsiste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Bosque Assombrado

Cquote1.png Eu tenho medo! Cquote2.png
Regina Duarte sobre Bosque Assombrado

Cquote1.png Eu vou, eu vou, para casa da vóvó! Será que é pelo bosque da direita ou o da esquerda? Cquote2.png
Chapeuzinho Vermelho sobre decisão fatal

Cquote1.png E Deus disse: "Que se faça o Bosque Assombrado!" Cquote2.png
Pastor sobre Bosque Assombrado

Cquote1.png É lá que eu escondo minha propina! Cquote2.png
Político Corrupto sobre guardar dinheiro no Bosque Assombrado

Bosque Assombrado[editar]

As teias de aranhas espalhadas por todo o bosque.

Uma região florestal de Neopia visitada por quem tomou LSD e teve uma má viagem, ou está tendo uma overdose com qualquer tipo de alucinógenos tóxicos.

Características[editar]

Tudo o que há de mal nos contos de safadas nascem no Bosque Assombrado, como Presidentes Lula e Pagodeiros. É um lugar onde nunca clareia, pois o programa Luz Para Todos estipulado pelo Governo do Brasil não chegou lá ainda (e nunca vai chegar). As árvores que nascem lá são filhas de Dercy Gonçalves com o Corcunda de Notre-Dame, por isso possuem caras monstruosas e braços que se encostam em você. Os gemidos assustadores atrás das moitas são provocados pelos maníacos sexuais que adoram esse lugar para realizar tudo o que desejam com garotinhas e homens.

Clima[editar]

Uma carverna de lá.

Esse lugar possui um clima particular, o clima Alucinação Constante. Neste clima existe a predominância de uma densa "neblina" que possui um cheiro meio familiar. Acredita-se que a neblina por si só já tem forte efeito alucinógeno, pois não são raros relatos de visitantes dizendo terem visto árvores falantes, bruxas sem sombra e muitas outras coisas sem noção. Por causa da poluição contida no ar de São Paulo, toda a sujeira dessa cidade é despejada nos lagos desse bosque e a fumaça deixou tudo carcomido, escuro, feio e sujo.

Relevo[editar]

Cheio de planaltos e descidas completamente na vertical, faz mocinhas perdidas escorregarem em bosta de lobos-maus e caírem em calabouços escuros, cheio de aranhas mutantes e morcegos. Crateras falantes com olhos e boca que surgem do nada pedindo comida também são comuns, e geralmente quando você não dá a comida, você vira a comida.

Como não ser pegado de jeito pelo bosque malvado

  • NUNCA vá sozinho, ou você será raptado pela tia MALvina.
  • Sempre leve comida para o caso de topar com uma das crateras falantes citadas acima.

População[editar]

Dentre os medonhos maravilhosos seres mágicos que fazem dos Bosques Assombrados seu lar temos: um demônio que tem asma está sempre ofegando e adora assaltar criancinhas, uma árvore falante com um cérebro gigante em cima, um buraco que aparece do nada e fica mendigando por comida, um mago bigodudo do mal (que virou presunto), um macumbeiro que caçava ele (e agora está desempregado), bruxas e sombras das mesmas.

Biodiversidade[editar]

Flora[editar]

A flora local consiste em árvores deformadas (que as vezes costumam perguntar sobre acreanos mortos), cogumelos (como os que o Mário e o Luigi usam) e lsd’s escondidos nas folhas de coca. Aproximadamente 95% das plantas de lá podem ser usadas como droga.

Fauna[editar]

A fauna é repleta de morcegos, aranhas, insetos nojentos, meepits, alucinações, lobos-maus, turistas desatentos (que são a base da cadeia alimentar de lá), maníacos sexuais, aberrações mutantes e espectros que só podem ser vistos com a utilização de um pó mágico.

Este artigo aqui tá uma porra!
Sabe o que acontece? Se não o aumentar vai ficar uma porra toda a vida!
v d e h
Bem-vindo ao Neopets!
v d e h