Asfalto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Boa viagem.

Asfalto é a substituição das delimitações das calçadas sublimes de mármore criadas pelos gregos Neanderthais, quando viam que era prático deixar a passagem sem terra, nem mato, nem pedregulhos. Os asfaltos foram descobertos assim que o petróleo baixou de preço, então puderam distribuir asfaltos às populações mais carentes, que podem chegar ao trabalho trampo sem sujar tudo de lodo.

Diferenças[editar]

Na verdade a diferença que havia entre o asfaltamento e a calçada eram apenas as delimitações, pois usavam o mesmo material, assim a caravana passava sem ter desculpa para atropelar ninguém, nem mesmo um cachorro sarnento que estivesse mordendo todo mundo passando distraído. Asfaltos foram descobertos não apenas quando descobriram que andavam pra lá e pra cá procurando problemas ou medindo rua(seja ela como fosse), apenas olharam o que? Oras, a lava dos vulcões ao secarem, após destilarem aquele cheiro que é o perfume preferido do capeta, se lavando com enxofre em sua forma que é mais fedorenta... a qual também apreciam os gambás apesar de serem mais bonzinhos do que o capeta... bom, todos dizem que o capeta é ruim, mas ninguém viu ele, nem andando em asfaltos por aí, apenas dizem...

Asfaltos forma sim, inspirados naquela montoeira de materiais fedidos que vulcões insistiam em trazer a tona e revelar para a superfície. Uma parte disso se tornava em uma espécie de vidro, que também foi descoberto, outra parte virar algo parecido com asfalto por causa do petróleo que o vulcão sempre também puxava pelos pentelhos e trazia à superfície... não queimando ninguém, descobria essas coisas todas. A parte do petróleo utilizada no asfalto se chama piche, mas nada tem a ver com pichação, até porque a sujeira do piche é bem utilizada, mas da pichação é apenas para encher o saco e fazer gastar mais tinta.

Faixa[editar]

Pra que, se a rua menstruada vermelha fica mais bonita?

Asfaltos cansam de ver faixas, mas não podem ser enfaixados, eles são pintados com faixas para melhor entendimento, mas nem sempre adianta. Ficou mesmo sendo seu material principal o piche, deixando as coisas melhores para as calçadas, como blocos, granito, mármore, etc... mas e daí, o asfalto é feito para funcionar quando a carroça os carros passam, não precisam ser chiquetões também podem ter aquela cor cinza chumbo, eles são feitos para receber óleo da pior espécie e gasolina, já estando acostumado com isso, pois é disso que é feito, então fica tudo fedorento e pegajoso, principalmente se foi um asfalto mal feito: nos dias de calor ele simplesmente derrete, soltando aquele aquela substância asquerosa, que talvez nunca devesse sair lá das profundezas do inferno da Terra, salvo um pouco quando um vulcão resolve trazer juntamente com a lava, mas é em quantidade menor, junto com mais nojeiras estranhas, então é só mais um pouco disso.

Para fazer um asfalto que preste, deve-se haver uma parte ao menos de pedras, pois o piche sozinho não dá conta e, por isso que alguns asfaltos derretem igual sorvete de merda cinza quando aquecido, então não é só achar que para ganhar uma eleição de vereador prometer asfaltar tudo, depois se sair
Faixa certa para se atravessar pianinho.
com asfaltos que são arrancados até mesmo por pintinhos. Esses asfaltos devem ter o piche apenas para dar liga, então as pedras ficam ligadas por ele e bem unidas, assim ninguém se esfacela no buracão. Não se pode economizar muito com certas coisas, provocando até mesmo acidentes: Beijar o asfalto por causa de buracos, mas ainda inventam beijos dados sobre o asfalto em dramaturgia, pior lugar pra isso ocorrer, mas pior ainda se estivessem dentro de um buraco do asfalto aos beijos.

Ver também, se quiser[editar]