Allyson Felix

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Allyson Felix
Allyson Felix.jpg
Allyson Felix exibindo os três frisbies que ganhou em 2012 em Londres
Nascimento 21 de dezembro de 1959
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos - Los Angeles
Ocupação corredora

Allyson Felix é uma maloqueira corredora dos Estados Unidos de médias distâncias, especializada em 200 metros rasos e uma dessas responsáveis por fazer os Estados Unidos terem mil medalhas por edição de Olimpíadas, se aproveitando de não ter adversárias que podem treinar profissionalmente atletismo ao redor do mundo.

Juventude[editar]

Allyson Felix não teve infância, afinal ela já participou de sua primeira Olimpíada aos 18 anos, então uma pessoa dessas nunca teve infância, apenas treinou correr desde que nasceu. Sabe-se que sofria bullying na escola e era chamada de chicken legs (patas de galinha) porque a mãe era uma velha coroca pelancuda com pés-de-galinha nos olhos e ela própria tinha pernas finas e dava para todo mundo muito fácil o que rendeu o apelido.

Desde cedo dedicou-se a treinar para as corridas de 200 metros, porque nas de 100 metros sabia que jamais venceria as bombadas que correm nela e nas de 1000 metros jamais venceria as raquíticas quenianas, então percebeu que deveria se dedicar ao meio-termo. Seguindo assim, aos 16 anos cravou o recorde mundial nos Jogos Juvenis da Cidade do México nos 200 metros, um verdadeiro feito, e repentinamente as suas coxas torneadas passaram a ficar famosas no mundo do atletismo.

Recusou cotas para pobres nas competições escolares ao vender a alma assinar contrato com a Adidas (o contrato demonstrou-se inútil, pois nas competições que realmente interessam, as Olimpíadas, Allyson é obrigada a vestir o uniforme da Nike que é a dona da delegação norte-americana).

Carreira[editar]

Aos 18 anos já estava estreando participando dos jogos de Atenas em 2004, onde começava a sua rotina de freguesia à Veronica Campbell, jamaicana para quem se tornaria freguesa de carteirinha.

Quatro anos depois, nas Olimpíadas de Pequim de 2008, mais uma vez era derrotada por Veronica Campbell na prova dos 200 metros e mais uma vez ficava com a prata, precisando ir se contentar com medalhas de ouro em campeonatos mundiais que ninguém se importa e ninguém se interessa.

Após duas derrotas em 2004 e 2008, Alysson Felix finalmente consegue vencer nas Olimpíadas de Londres 2012, quando a rival Veronica Campbell já estava velha e acabada e pode finalmente ser superada. A única rival era Carmelita Jeter, conhecida por amarelar sempre em momentos decisivos,então a edição de 2012 rendeu à Allyson três medalhas de ouro.