Alessandro Del Piero

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Alessandro del Piero)
Ir para: navegação, pesquisa
Alessandro Del Nero
Delpiero.jpg
Foto tirada na base do pano preto e do estouro da pólvora
Apelidos Deus do Winning Eleven, Pintorico (não é piada)
Nascimento 9 de Novembro de 1974 a.C (antes de Caniggia)
Nacionalidade Bandeira da Itália Itália
Altura 1,73
Peso Sei lá
Posição Joga no sofá de casa
Ambidestro, assim como o Nilson
Clubes Velha Senhora
Estilo de Jogo Chuta-chuta
Gols 300, todos pelo mesmo time
Prêmios "Top 100 da lista do Pelé"
Influências Ramsés II


Alessandro Del Piero (Babilônia, 9 de Novembro de 1974) é uma múmia que ficou famosa após chutar algumas bolas na Seleção Italiana de Futebol e na Juventus, time que comprou durante a crise de 1929.

Um dos melhores amigos de Paulo Baier, o ajudou a bolar as primeiras regras que viriam a fazer parte do futebol, esporte que ambos criaram em conjunto na aurora da humanidade.

Vida[editar]

A inspiração pra Suárez na Copa de 2010.

Nasceu na Babilônia, filho de um casal de dinossauros que acasalou-se após queimar um baseado nos Jardins Suspensos.

Na infância, brincava com Paulo Baier e Nabucodonosor II, seus melhores amigos. Os brinquedos ainda não existiam, então este trio ficava brincando de jogar cocos uns nos outros.

Em meio a uma destas brincadeiras, Del Piero chutou um coco na cabeça de Nabucodonosor, que morreu, mas passa bem. Achando aquilo engraçado, Baier introduziu aquele chute no esporte que estava criando, o qual chamaria de futebol.

No jogo de apresentação do novo esporte, Del Piero e Baier fizeram parte do time dos sem camisa, jogando contra uma equipe composta por Rogério Ceni, Nedved e dois mamutes. A partida terminou empatada por 11x11.

Após algumas centenas de ânus, agora com o esporte já consagrado e popularizado na civilização ocidental, Del Piero assinou contrato para defender a Juventus de Turim, oferecendo sua experiência vasta para livrar a equipe do buraco. A estratégia deu certo, na verdade a equipe acabou rebaixada mesmo, mas pelo menos o futebol apresentado era de alto nível.

Carreira[editar]

Apesar dos torcedores da velha senhora acharem que aquele era apenas mais um italiano com cara de viado que iria sugar as finanças da equipe de Turim, Del Piero logo mostrou que estava lá para jogar, bombeardeando os goleiros adversários com chutes lá da pqp e virando um dos deuses do Winning Eleven.

No auge de sua carreira, após defender a Juventus por mais de 20 ânus e de meter mais de duzentos gols cagados, ele é convocado para a Seleção Italiana, onde une-se a mais uma múmia em atividade, Francesco Totti, formando com ele a dupla de ataque da esquadra azzurra. Apesar de não meter medo em ninguém, Del Piero conseguiu vencer a Copa de 2006 com o auxílio do mesmo juiz que roubava pra Juventus, em um esquema denunciado por Gunther Schweitzer.

Depois disto, Del Piero voltou pra sua terra como um heroi, apenas não era mais idolatrado do que o orgulho nacional Rocco Siffredi. Agora com um pouco mais de liberdade para trabalhar, já que a torcida não mais pichava o CT da Juve mandando os jogadores tomarem no cu, Del Piero fez algumas boas temporadas, levando a equipe de Turim a levantar vários canecos pelos anos. Ignoremos o fato de que seus adversários estavam uma bela merda, especialmente o Milan, que começou a sua decadência nesta época.

Atualmente[editar]

Após chutar muitas bolas na carreira, não querendo acabar com o pouco de cálcio que resta em seus ossos, Del Piero aposenta-se em 2012, na verdade ele apenas sai da Juventus e vai para uma outra equipe merda, o que é a mesma coisa que aposentar-se. Depois de mais ou menos dois anos vagando por aí, passando por clubes inexpressivos apenas para ficar no banco sendo reserva pra algum indiano, Del Piero faz o que devia ter feito há muitos anos, aposenta-se de vez.

Atualmente é lembrado apenas pelos seus status altos nos primeiros Bomba Patch, suas habilidades reais são lembradas apenas pelos torcedores da Juventus mesmo, que foi o seu único clube na carreira, pelo menos o único no qual ele realmente jogou.

Flag of Italy.svg
Flag of Italy.svg

Goleiros: ZoffZengaGigi BuffonLorenzo BuffonToldoCombi
Zagueiros/Laterais: BaresiGentileCannavaroMaldini paiMaldini filhoNestaScireaCostacurtaMaterazziChielliniGiuseppe BergomiZambrottaFacchetti
Meio-campistas: ContiTardelliPirloTottiGattusoDino BaggioCamoranesiRiveraDe RossiZolaMeroniBenetti
Atacantes: MeazzaRoberto BaggioBonipertiDel PieroFilóInzaghiBalotelliPaolo RossiPiolaBettegaGigi RivaDi NataleJosé AltafiniGilardinoValentino MazzolaToniSandro MazzolaVieriVialliManciniTotò Schilacci