Ísis (DC Comics)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esther-orphan.jpg Este artigo trata de uma mulher malvada.

Ela deixa qualquer um babando, faz o que bem entender e provavelmente
é mais gostosa e adorada que a mocinha.

Ísis tendo um orgasmo muito louco.

Cquote1.png Você quis dizer: Ísis Valverde Cquote2.png
Google sobre Ísis (DC Comics)
Cquote1.png Experimente também: Íris Cquote2.png
Sugestão do Google para Ísis (DC Comics)
Cquote1.png Fico louquinho por ela. Cquote2.png
Adão Negro sobre Ísis
Cquote1.png Tenho ciúmes dela. Cquote2.png
Mary Marvel sobre Ísis
Cquote1.png Ela parece a She-Ra, só que morena. Cquote2.png
He-Man sobre Ísis
Cquote1.png Nem tem nada a ver comigo. Cquote2.png
She-Ra sobre Ísis

Ísis e o Adão Negro dando uma rapidinha no céu.

Ísis é uma hentai girl da DC Comics que ninguém entende. Sua origem é uma bosta, já que ela foi criada para ser heroína de um seriado tosco dos anos 70 que nunca deu muita audiência porque qualquer um naquela época preferia assistir a série da Mulher Maravilha interpretada por Lynda Carter.

Com o fracasso e cancelamento de seu programa, a personagem estava fadada a cair no esquecimento geral. Porém, a própria DC interessou-se no produto da concorrência e adquiriu seus direitos autorais, lançando Ísis também nos quadrinhos.

História[editar]

Tudo começou durante uma viagem da professora Andrea Thomas ao Egito, onde ela encontra um amuleto durante uma escavação arqueológica e ganha a habilidade de invocar os poderes da deusa Ísis. A partir de então, toda vez que fala "Eu sou Ísis", Andrea é magicamente agraciada com força sobre-humana, velocidade, resistência, sabedoria, voo, telecinese e o controle sobre vários aspectos da natureza.

Quando não está transformada em Ísis, Andrea costuma sair com seu colega de trabalho Rick Mason, que não vê a hora de dar um créu nela, tanto que é incapaz de perceber sua identidade secreta cujas únicas diferenças são a maquiagem e o penteado.

Aproveitando as óbvias semelhanças entre Ísis e a Mulher Maravilha, a primeira foi jogada sem explicação nenhuma na revista da segunda, onde seria uma amazona que faria um pacto com Ísis para ser superior a Diana e então enlouqueceria, tornando-se vilã.

Os fãs da Mulher Maravilha acharam essa história muito parecida com a da Mulher Leopardo e reprovaram, ao mesmo tempo que as poucas pessoas que assistiam o seriado cancelado ficaram indignadas por Ísis agora ser má. Logo, a única solução foi matá-la e fingir que ela nunca existiu.

Reencarnação[editar]

Cerca de 30 anos após a morte de Ísis, algum editor babaca teve a ideia de trazê-la de volta, desta vez colocando-a na família Marvel, o que parecia fazer muito mais sentido.

Aproveitando o fato de que os poderes do Adão Negro também são provenientes de deuses egípcios, Ísis tornou-se sua puta paga, portanto agora ela tinha um motivo decente para justificar sua aliança ao lado negro da força.

Mas aos poucos, ela vai se regenerando e volta a ser boazinha, mudando inclusive seu nome para Adrianna Tomaz (seja lá o que uma coisa tem a ver com a outra).

Fotinhos[editar]

Ver também[editar]

v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!